21 de set de 2007

Quase sem querer


This is my call, I belong to you
This is my call, to sing the melody of you
This is my call, I can do nothing else
I can do nothing else

- Melody Of You, Sixpence None The Richer



Hoje foi estranho...
Acordei cedo, meio dormindo... dormi tarde, é natural... mas enquanto tentava acordar, no banho, cantarolava uma música...
E depois, quando fui trabalhar... e enquanto estava indo e enquanto fazia o serviço e, posteriormente, enquanto voltava pra casa... e não sosseguei enquanto não pude ouvi-la e me perguntava "por que justamente essa música?"
Então resolvi pesquisar... acessei meu e-mail e procurei por "Legião Urbana". Encontrei alguns e-mails, mas tinha um JUSTAMENTE com o título dessa música, abri... era ela. Olhei a data: 25 de abril. Ahhhh, estava explicado... meu cérebro guardou a música, porque minha linda me enviou essa música na manhã seguinte ao dia que a pedi em namoro e eu, inconscientemente, guardei na memória... como acordei com saudades, pensando nela, a música me apareceu...
E agora, faltanto 3 dias pra completarmos 5 meses de namoro (um maravilhoso namoro, diga-se de passagem), posto aqui essa música, a primeira do meu xará no blog. =D
Então, segue com Legião Urbana:

Quase sem querer
Legião Urbana

Tenho andado distraído,
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso.
Só que agora é diferente:
Estou tão tranqüilo
E tão contente.

Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém!

Me fiz em mil pedaços,
Pra você juntar...
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia.
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira.

Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber
Tudo.

Já não me preocupo
Se eu não sei por quê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê
E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você.

Tão correto e tão bonito:
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos.
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?

Me disseram que você estava chorando
E foi então que percebi
Como lhe quero tanto.

Já não me preocupo
Se eu não sei por quê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero o mesmo que você...
Comentários
1 Comentários

1 Comentário:

  1. "às vezes o que eu vejo quase ninguém vê...".....

    Pura verdade!!! E você, pode ver que eu te amo??? =D

    Beijos, meu amado.

    ResponderExcluir